Oficina de Conto (Contos, Minicontos e Tuiteratura)


Escola do Escritor

A dinâmica do mundo moderno valoriza os contistas. As pessoas buscam cada vez mais textos ágeis, histórias curtas, há que se dizer muito com pouco. Infelizmente já não existe tanto tempo para leitura. Tal condição faz com que se destaquem os contos, minicontos, microcontos e até mesmo a tuiteratura. 

A objetividade e a síntese são celebrados como valores a serem perseguidos no ato de escrever. Neste cenário a poética de José Paulo Paes faz cada vez mais sentido: “conciso? com siso/ prolixo? pro lixo”. O presente curso desenvolverá uma conversação em três partes mesclando informação, debate e orientação. A busca da concisão, “o que é conto?”, os tipos de conto, os melhores autores, a importância do autor iniciante.

Data: 23 de novembro de 2013 – Sábado
Horário: 9h00 às 15h00 – 1 hora de intervalo
Docente: Ricardo Ramos Filho
25 vagas / Valor: R$ 190,00

Inscrições

Sala de aulas: 
Rua Dep. Lacerda Franco, 253
Pinheiros – CEP 05418-000 – São Paulo – SP
Próximo a Rua Cardeal Arco Verde
Estação Faria Lima do Metrô – Saída Teodoro Sampaio.

http://www.escoladoescritor.com.br/formulario.php?id=22

escoladoescritor@escoladoescritor.com.br

Anúncios

O velho é o novo novo?


Em um tweet que dizia “o velho é o novo novo, né?” Pitty Leone deixa dúvidas se fazia apenas uma crítica socio-cultural ou se também dava uma dica sobre a volta da banda de rock para um projeto comemorativo de 10 anos.

Imagem

Considerando a hipótese de ela ter deixado vazar informações de forma enigmática às 10:58 da última segunda-feira, e lembrando ainda da turnê de lançamento do primeiro álbum (Admirável Rock Novo), é possível especular que o titulo desse projeto seja Admirável Chip Velho.

Por enquanto as informações oficiais são apenas de que esse e outros projetos serão realizados durante o ano de 2013 pela gravadora Deckdisc.

Dwsz.

Nova remessa de chips Tim Beta é entregue


Eu sou BETA!!!

Chip, contrato e guia rápido.

Alguns chips chegaram hoje na casa de quem recebeu o convite para o Tim Beta, fez o cadastro e ficou esperando por quase um mês. Então confira com seu porteiro, síndico, o cara da associação de moradores ou quem mais puder saber se o carteiro passou por aí hoje ou essa semana. Eles fazem até três tentativas de entrega e precisa ter alguém pra receber a encomenda porque é registrada. Depois disso o chip volta e a Tim não envia novamente, ficando o candidato eliminado da campanha.

É possível que você tenha que buscar na Posta Restante (na agência central dos Correios, na sua cidade) já que há localidades em que o carteiro não chega, além de haver outras hipóteses que impossibilitem a entrega. Confira através do código de rastreamento fornecido com a ID de participação e veja se seu chip está por lá. Toda correspondência é mantida naquela seção por algum tempo antes de ser devolvida ou, em outros casos, incinerada. No caso de uma encomenda (assim como o Tim Beta), ela é reencaminhada ao destinatário.

Se você ainda não recebeu seu convite, pesquise através das redes sociais Orkut, Facebook e Twitter quem de seus amigos é Beta Lab e pergunte se eles ainda têm algum convite pra enviar. Caso você não tenha sorte nessa busca, há pessoas que também não têm tantos amigos então vocês podem fazer essa troca ou então alguém pode querer vender o convite. Você que é cliente Infinity, ou contratou qualquer outro plano da Tim, também pode migrar para o Plano Jovem com o pagamento de R$100,00 (cem reais) referente à taxa de migração, mas isso te dá direito apenas aos benefícios do plano (tarifas) e não às vantagens da promoção (assim como a possibilidade de se tornar um Beta Lab e ganhar convites pra distribuir). Isto porque é necessário vincular suas contas das redes sociais ao site/aplicativo da campanha, o que só é possível sendo convidado através delas.

Boa sorte betas!

Dwsz.

ENEM 2012 cancelado


Entrei no Twitter para atualizar a rede antes de inciar os preparativos para a prova de mais tarde e li que os Trending Topics me dizia que isso seria desnecessário. Em segundo lugar estava, claro, “ENEM“, já que são milhões de estudantes inscritos e as datas marcadas são hoje (03) e amanhã (04 de Novembro de 2012). Mas, em quarto lugar, estava “#ENEM2012cancelado”! Fiquei impressionado, principalmente pelo fato de a notícia só ter sido divulgada hoje (antes de dormir eu ainda não tinha visto burburinho na minha timeline do Facebook).

Seguindo o link do TT percebi que a maioria dos tweets eram chacota e no site oficial do do Inep não havia qualquer referência ao suposto ocorrido. Apelei para o Google que, na primeira página, apenas nas descrições, já me disse que era tudo boato. Mais do que isso: que a Polícia Federal vai investigar o caso.

Ora, lembrando de tudo o que aconteceu no passado, não seria nada difícil acreditar nesse mal-entendido. Mas foi justamente lembrando do passado que isso aconteceu: em 2009, um homem tentou vender a um jornalista uma prova subtraída de uma gráfica contratada para imprimi-las (isto foi notícia no Fantástico) e por isso as provas foram remarcadas. Acredita-se que um grande volume de acessos à publicação no site O Globo gerou esse tumulto, mas eu também aposto numa notícia real sobre o cancelamento do Enem 2012.

A intenção do MEC era realizar pela primeira vez duas edições do exame nacional no ano, mas a empresa que faz a gestão de risco do Enem concluiu que isso sobrecarregaria as estruturas logísticas do exame.

As provas estavam marcadas para Abril de 2012 e deixaram de ser realizadas exatamente pelos problemas anteriores, particularmente de 2011, onde estudantes tiveram erros na correção da redação, levando a Defensoria Pública da União a determinar que todos os estudantes tenham acesso à correção de suas provas (o que, até então, só seria possível com bons advogados). Com tão pouco tempo, não seria possível cumprir essa determinação, que fez o Enem 2012.1 ser cancelado mantendo-se apenas o que seria o Enem 2012.2, que sequer teve sua data alterada.

Em síntese, quase tudo o que se diz sobre o cancelamento do Enem 2012 é erro de interpretação e as provas dos dias 03 e 04 de Novembro de 2012 estão confirmadas, com portões abertos às 12:00 no horário de Brasília e duração de 4h30′ e 5h30′ respectivamente no primeiro e no segundo dias. É permito apenas o uso de canetas pretas com corpo transparente e não é obrigatório levar o cartão de inscrição: com local de prova e sala em mente, identifique-se apenas com documento de identidade com foto.

Dwsz.

Anatel toma decisão equivocada


Entrevista coletiva sobre medidas corretivas para melhorar a qualidade da telefonia móvel.

A operadora de telefonia móvel Telecom Italia Mobile (TIM) está proibida de vender chips e de ativar novas linhas em 19 estados brasileiros, segundo decisão da Agência Nacional de Telecomunicações. Assim os clientes que receberam chips Tim Beta depois da última segunda-feira (23 de Julho de 2012, data em que começou a vigorar o bloqueio da Anatel) ficarão com chips inúteis por algum tempo. Além disso, a operadora, incapaz de recolher todos os chips dos pontos de venda independentes, pede aos clientes que entrem em contato para informar sobre aqueles que insistem em vender o produto. Mesmo que a decisão fosse apenas sobre a ativação das novas linhas, uma interpretação do Código de Defesa do Consumidor considera infração a venda de um SIM Card que não pode ser ativado e a operadora como co-autora da infração.

Apesar de todos os transtornos sofridos pelos usuários, a maioria ainda deve concordar na desproporção de autoria da reguladora. É notório que todas as operadoras têm seus registros de queixas mas também é notório que a líder em constrangimentos, infrações, falhas… é a OI, restringida em apenas 5 estados brasileiros. De fato a TIM tem se espelhado nessa concorrente no quesito depreciação dos serviços e desrespeito ao consumidor, mas a pioneira na tecnologia GSM continua no topo. De um ponto de vista mais regional, na Bahia, faria muito mais sentido a OI ter todos os serviços cortados do que a TIM ser proibida de ativar novas linhas, mas nem tudo acontece como o povo gostaria.

A operadora italiana teve um aumento significativo no número de clientes desde o ano passado, com a campanha TIM Beta, distribuindo chips gratuitos com tarifas especiais – para clientes especiais. Isso interferiu diretamente na qualidade dos serviços mas, segundo o que a empresa indica, vieram junto investimentos pertinentes (embora insuficientes). Ora, os Betas são justamente os jovens que estão sempre online nas redes e falam de tudo – inclusive dos transtornos causados por falhas na rede – e eu entendo que empresas com foco no público jovem sempre colha esse tipo de feed back através de mídias como o Twitter. Ou seja, ao mesmo tempo que o volume “racha” o sistema, os usuários informam as possíveis causas e suas origens, facilitando o direcionamento dos recursos. Embora eu também sinta como se muito pouco estivesse sendo feito, é fato que uma reestruturação do porte que está sendo necessária leva tempo, mas não para se fazer: para se concluir. Apenas fico na torcida para que não se atrasem.

Quanto à OI, essa é uma empresa com a qual eu já desisti de trabalhar devido aos grandes prejuízos que tive enquanto cliente. Desde que era Telemar eu não conheço ninguém que não tenha não uma queixa, mas uma lista delas, sobre a operadora de telefonia fixa, móvel, de internet e, agora, de TV. Como titular, eu fui cliente apenas de móvel pré-pago e sempre me sentia lesado com todos os serviços quando usava. Em uma ocasião, no ano passado, em que eu já não usava mais o chip da operadora, liguei para um amigo que só tinha OI e estava indisponível. Ouvi aquela gravação típica e, em seguida, a chamada foi encerrada (tudo como o habitual). Mas eu percebi que isso havia consumido meus créditos e ainda reclamei com minha operadora (TIM), que informou que a cobrança era devida. Desde então fiz um boicote à OI, não ligando para nenhum número móvel da operadora e, obviamente, ficando sem falar com aquele amigo. A situação da operadora é tão crítica que até a página da Wikipedia diz que ela é a pior do Brasil.

“Em 2009, a Oi comprou a Brasil Telecom e passou a operar em todos os estados do País e no Distrito Federal, porém com graves problemas de cobertura, exemplo da Cidade de Rio das Ostras – RJ, possui apenas 2 Erbs enquanto outras operadoras possuem mais de 8, falhas no sinal EDGE e 3G.[2]. Hoje, a Oi tem mais de 62 milhões de clientes.” (página da Oi na Wikipédia)

Faltou falar da CLARO, empresa da qual me desgostei e me desfiz em 2008, quando voltei de Pernambuco para a Bahia (lá eu havia adquirido a linha pré-paga para facilitar o contato com a família, que preferia essa operadora). Desde então eu nunca mais tive qualquer interesse nela. E a VIVO, que não me deixa totalmente satisfeito mas tem a melhor prestação de serviços na região Nordeste e se tornou a melhor opção para clientes executivos desde que a TIM decidiu mudar seu público alvo para os jovens. A VIVO não sofreu com as restrições da Anatel mas também precisará apresentar um plano de ação, discorrendo sobre melhorias nos sistemas (afinal o Brasil está MUITO atrasado em relação à rede 4G).

Dwsz.

Leia também:

Fato relevante – suspensão Anatel  e Carta aos Consumidores (página da TIM Brasil)

Anatel suspende a venda de novas linhas de celulares (página da Anatel)

 

 

Fraude no Itaú Cartões


Mensagem enviada em nome do Itaú Cartões indica falha grave no sistema da financeira.

Era de manhã cedo e eu ainda dormia. Acordei sobressaltado com a hipótese de estar sendo vítima de estelionato junto a uma instituição financeira administradora de cartões crédito (da qual eu não sou cliente).
Por volta das 9:30 da manhã, quase de madrugada e na metade do meu sono, recebi uma mensagem de texto em nome da Itaú Cartões solicitando meu contato, sobre a “ocorrência GILDÁSIO”. Ora, eu não sou cliente e não conheço nenhum Gildásio, se a financeira precisa tanto do meu contato ao ponto de enviar mensagem através de número “especial” de cinco dígitos (27199), mesmo eu não tedo nenhum vínculo com a empresa, é porque o caso é sério. Perdi o sono e todo o saldo em créditos ligando para o número fornecido.
Como não era um 0800 eu alimentei a ideia de a própria mensagem ser uma tentiva de fraude, mas um cliente me confirmou que o número era 3003-3030 mesmo. Depois de algumas chamadas tarifadas sem conseguir entrar no sistema , que é exclusivo para clientes, precisei que aquela mesma pessoa fornecesse seu número de cartão para que eu pudesse ser atendido no call center.
No call center falei com três atendentes diferentes (Shaiane, Dilma e Aline) já que uma passou para a outra e ninguém sabia o significado do código “ocorrência GILDÁSIO”. Tentaram até me convencer que a mensagem foi enviada para a pessoa errada, mas isso significaria assumir uma falha grave no sistema de banco de dados e uma ameaça a todos os clientes (e até não clientes) do banco Itaú. A ligação caiu com o fim dos créditos e sem resposta satisfatória.
Mais tarde, ao meio dia e meia (horário de almoço, em que esses serviços são desautorizados salvo declaração explícita em contrário) recebi uma chamada de uma outra mulher procurando um senhor Gildásio. Ela não se identificou como representante do Itaú, mas é claro que associei imediatamente ao aviso que recebi via mensagem de texto. O número que apareceu no identificador foi (19) 3344-8250.
Tentei contato também pelo Twitter, ferramenta que traz resultados rápidos nesse sentido, mas nenhum “mention” foi enviado de volta.

Imploro a todos os lojistas que não abram mão da formalidade de exigir um documento de identidade com foto antes de aceitar um cartão de crédito e que verifiquem os números de telefone fornecidos como contato. Se o índice de fraudes e inadimplência vem aumentando no Brasil boa parte da culpa é de vocês.

Eu e o cliente que colaborou comigo exigiremos reembolso do banco Itaú pelos prejuízos decorrentes das chamadas tarifadas para o serviço de atendimento obrigatório.
Dwsz.

Leitor de mídia digital


Eu tenho dito ultimamente que sou preguiçoso na leitura. Isso não é totalmente honesto. É fato que eu escrevo muito mais do que leio… Mas essa “preguiça” de ler e de pensar provém da internet, é coisa da “Era da Informação”.

Ora, é muito simples. Uma vez que há informação demais em toda mídia, é oferecido e misturado o útil, o fútil e o inputil. Aquilo que não tem conteúdo vem tudo de uma vez só. Quando há pouco conteúdo, vem em duas partes e carregar a segunda pode ser perda de tempo. O fútil continua sendo entretenimento, que pode ser o objetivo ou um leve escape para manter o bom-humor e melhorar a produtividade. O útil precisa apresentar seu melhor conteúdo na primeira chamada, convidando o leitor a navegar de página em página (mantendo o bom-humor para garantir a produtividade e, de vez em quando, perdendo preciosos segundos com alguns comentários bobos).

As coisas não mudaram muito do speculo XX ao XXI, na Teoria da Informação ou na Prática da Comunicação; o que mudaram foram os meios. Os jornalistas do século passado passavam horas lendo artigos de colegas em jornais e revistas, lendo livros impressos… E por isso “liam muito”, o que se denunciava nas “bolsas” sob as pálpebras. E eu digo que não leio porque só pego em papel pra escrever?

Assim como aqueles jornalistas, eu produzo mídia: sou bloggeiro, facebookeiro e twitteiro. E para produzir material autoral, ter minhas próprias ideias, eu preciso ler. Mas como, se eu mal toco nos livros da minha estante? Os livros na estante são mídia impressa, do século XX. Ainda é útil (MUITO útil) mas a minha mídia é a digital e, de fato, eu leio bastante material digital. Queira ou não queira, é através de textos na internet que eu me comunico com as pessoas, é nos sites e blogs que eu encontro as informações que procuro. Então eu leio muito, mas não posso contar quantas páginas por dia porque essa leitura não é em papel.

E ainda vai ter (mais) alguém querendo dizer que eu sou viciado em computador ou internet? A discussão vai ser feia.

Dwsz.

#PPP no #DONQQ


The unbalanced discovery boosts the unseen blast.
Clique aqui e saiba como anunciar

Hein? Não entendeu nada da frase acima? Não faz diferença, preste atenção apenas no que vem a seguir.

O Dê O Nome Que Quiser já está disponibilizando espaço para publicidade. Os formatos adotados são apenas banneres em Custo Por Impressão (CPM, custo por milhar) e em Custo Por Período (aluguel de espaço com preço e prazo fixos) e os post pagos (ou publipost). Toda peça publicitária será identificada como tal afim de não confundir os leitores e garantir melhor retorno aos investidores.

Os formatos Custo Por Clique (CPC) e Custo Por Ação (CPA) também serão aceitos, porém apenas como bônus (comissão) dos outros formatos. Espero que outros blogueiros copiem essa ideia porque 120×120 pixeis na internet já está valendo mais do que 30 segundos na Rede Globo. Fazer propaganda de graça e receber míseros R$0,10 por cada raro clique é escravidão, pra não usar o termo ofensivo que ameaçou sair. Afinal de contas: não importa se o leitor clicou ou não, o que importa é que ele viu o anúncio e já tem o nome do anunciante na cabeça. Assim como nos anúncios em classificados de jornais (que também valem menos) o retorno é muito melhor para o anunciante se o produto/serviço anunciado vier com preço. Vale a pena investir nos GIFs animados (que, aliás, são MUITO mais leves do que os flash, carregando mais rápido e melhorando a visibilidade).

Agradecimentos ao Alexandre Mortágua pela ideia compartilhada no Twitter há tempos atrás.

Dwsz.

O carro de fósforo do Canela


Está nos Trending Topics do Twitter um importante bairro de Salvador: o Canela.

O motivo é a colisão de três carros na avenida Reitor Miguel Calmon, nas proximidades da UFBA. Um deles pegou fogo e as fotos da Metrópole são impressionantes.

Eu ainda estou curioso pra saber o que provocou o incêndio do automóvel.

Dwsz.

Metrópole FM – Rádio FM e AM, Jornal, Internet e TV.

[ATRASEI] Só pra lembrar do Oscar…


Notícia nova!!! (nem tanto)

Não foi desta vez. Real in Rio, canção da animação Rio composta pelos brasileiros Sérgio Mendes e Carlinhos Brown, não levou o Oscar 2012 de Melhor Canção Original, que concorria neste domingo (26), em Los Angeles. Continuar lendo

Aluno é atropelado ao se aproximar do IFBA, em Camaçari


Eu fui atropelado por uma HONDA FAN CG150 VERMELHA quando chegava ao Campus Camaçari do IFBA para as aulas vespertinas. Chovia muito e não era seguro andar sobre o passei.

Ao ver o rio que corria sobre o passeio, próximo ao Nefrovida e ao HGC, pensei no assoreamento do solo (a água lavava todo o barro) e em fazer um video sobre a segurança oferecida aos alunos do IFBA que fazem o mesmo percurso. Me arrependi de não ter registrado essas imagens. Muita água corria sobre o passeio e eu fui obrigado a seguir pelo pseudo-acostamento. Foi assim que, ao chegar no início do muro do prédio, eu fui atingido por uma HONDA FAN CG150 VERMELHA que seguia no mesmo sentido. Não consegui resgistrar se ela seguia em direção à FORD ou ao BAIRRO NOVO, mas pude registrar as características da moto. O horário foi o habitual para os alunos do vespertino e pode ser confirmado pela equipe da enfermaria. Felizmente eu tenho um eficiente sistema de restabilização e backup integrado ao meu  SAPIENS SAPIENS 7.0 – como eu gosto de chamar o sistema operacional dos esquipamentos HOMO SAPIENS (Homo Sapiens Operating System), na brincadeira de dizer que o Humano é um supercomputador de alta-tecnologia).

Todos esses relatos foram anotados enquanto eu estava em observação,  na enfermaria do IFBA Camaçari, e espero que o senhor prefeito Caetano se sensibilize e venha conhecer o nosso campus – que, segundo as propagandas (por erro ou não), será substituido por um campus da UFBA, aproveitando as instalações. Se for como as propagandas sugerem, haverá essa substituição. Se houver uma falha grave nessas peças publicitárias, na melhor das hipótesesm, a UFBA apresentará os mesmos riscos aos seus alunos e visitantes.

Continue acompanhando a possível volta doa #AlunosEmGreve no Twitter e as atualizações que já estão no microblog e no Youtube através da hash tag #IFBAfail.

Dwsz

http://youtube.com/dowglasz

http://twitter.com/dowglasz

Brasaocamacari

Image via Wikipedia