Vestibulares 2013 na Bahia são adiados


A Universidade Federal da Bahia (UFBA) informa através de nota pública divulgada ontem (25 de Julho de 2012) que os prazos do vestibular 2013 foram adiados. O novo período de inscrições vai de 11 de Setembro a 09 de Outubro de 2012, com período para pedido de isenção de taxa de 20 a 31 de Agosto de 2012. É importante lembrar que, a partir desta edição, a primeira fase do processo seletivo será o Enem, sendo necessário fazer ambas as inscrições.

A Secretaria Geral dos Cursos (SGC) da UFBA também informa em sua página que as matrículas para o segundo semestre estão suspensas. O 2012.2 da instituição publicou a primeira chamada com matrícula a partir de 15 de Julho, mas entende-se que o procedimento não foi realizado devido às greves.

A Uneb também adiou as provas do vestibular 2013 para 13 e 14 de Janeiro de 2013. Faltam confirmar informações a respeito da paralisação das atividades devido às greves assim como da efetivação das matrículas do segundo semestre de 2012.

No IFBA, as atividades continuam paralisadas em Salvador e Camaçari, onde também não foram confirmadas ainda as informações sobre matrículas. No Prosel 2013, as insrições acontecem de 1° de Agosto a 23 de Setembro de 2013 e as provas serão aplicadas no dia 02 de Dezembro de 2012.

Dwsz.

 

 

 

Resumo da Greve – Ifba 2011


Os servidores do IFBA, inclusive professores e colaboradores do setor técnico-adminitrativo, estão em greve desde o último dia 1º de Agosto.
Os campi sem aula já somam 73 em 14 estados do Brasil e não há previsão para o término da greve.
Entre as reivindicações estão aumento salarial de 14,8%, plano de carreira e concurso público para servidores técnico-administrativo.
Existem campi em que as obras de conclusão continuam e campi totalmente paralisados.
Dwsz

Alunos do IFBA têm aulas de reforço durante a greve


Com os IFs em greve, alunos do Ifba Camaçari decidiram fazer aulas de reforço com os monitores, que são eleitos entre os melhores alunos de cada disciplina.
O objetivo é aproveitar a paralisação nas atividades oficiais para recuperar assuntos pardidos.
Também está sendo articulada a formação de grupos de estudos que se reunirão na Biblioteca Pública dos Barris.
Dwsz

Estudantes têm apoio de parlamentares


A manifestação dessa quarta-feira, 11 de Maio de 2011, em Camaçari, teve o objetivo de chamar a atenção dos cidadãos e das autoridades locais.
Uma comissão foi recebida e discutiu com os parlamentares presentes na Câmara Municipal, mas existe a necessidade do apoio de vereadores, deputados e do prefeito, que estavam cumprindo agenda em Brasília.
Uma nova manifestação está sendo planejada para a próxima terça-feira,  17 de Maio de 2011, para chamar a atenção da população e da mídia mais uma vez. Na Câmara, onde todos os parlamentares necessários estarão presentes, os alunos do Ifba esperam ser recebidos para reunião e apresentação de documento que enumera as questões a ser abordadas.
É importante lembrar que o Ifba é uma instituição federal, portanto a responsabilidade não é exclusivamente das autoridades locais – que devem responder apenas por questões menores (como transporte e segurança). Os protestos devem estender-se para outros campi e outras instituições com as mesmas carências e serão direcionados ao Governo Federal.
Participe nas mídias sociais com a hash tag #AlunosEmGreve.
Dwsz.

Alunos em greve


Os estudantes do campus Camaçari do Ifba (antigo Cefet) estão planejando uma paralização geral nas atividades da instituição com o inuito de evitar que alunos, professores e funcionários continuem em risco.
O protesto reivindica o término das obras. O campus foi entregue após os prazos previstos e mesmo o adiamento do início do ano letivo não possibilitou a conclusão do projeto. Hoje, as atividades acadêmicas são realizadas em desacordo com as exigências mínimas para o cumprimento do programa curricular, de infraestrutura e saneamento básico.
O temor dos alunos é que, com o vencimento do contrato de licitação que rege a construção, esta seja abandonada, ameaçando a população camaçariense com o risco de uma epidemia de dengue e de outras doenças e impedindo a continuidade do ano letivo.
Dwsz.