Moral da história: mate todos, todos! Não deixe nenhum. Isto é vitória, isto é aventura!


A Pedra do Meio-Dia ensina às crianças que “o importante é matar”.

Fiquei constrangido com a cena em que Artur mata aquela onça, logo no começo do espetáculo. PELO MENOS, no mínimo nessa cena, o assassinato era desnecessário. Para salvar Isadora, nesse momento (e qualquer história com o contexto da Amazônia diz o mesmo) bastaria ASSUSTAR a onça. Ela iria embora, não seria mais uma ameaça e preservar-se-ia a espécie ameaçada de extinção.

Em toda a peça repete-se sucessivamente a mensagem de “mate para se salvar, se proteger e atingir seu objetivo. Aliás, na dúvida de qual o seu objetivo, se não for este em fim, matar terá concluído a parte mais importante dele”.

É irônica aquela entonação ao mencionar as manchas de sangue das luvas do gigante (que no palco estava sem luvas) enquanto Artur, mesmo que virasse um peixe e vivesse na água, nunca lavaria aquele sangue que o cobre, que o faz nojento e que deixa rastros de chacina e de extermínio a cada passo na floresta.

Como é possível dizer para mim, “experiente” que a mensagem transmitida para as crianças não é “resolva na espada; se não tiver espada, use outra arma (uma faca talvez, espada é coisa de ficção); na falta de uma arma vá na mão mesmo”? Como é possível me dizer isso?
Se eu, “experiente”, só pude tirar esta e nenhuma outra lição da estória, que lição vocês esperam que as crianças estejam tirando???

Me assusta mais ainda estarmos assistindo a isso calados e acomodados em meados do século XXI. Há meio século começaram a ser feitos trabalhos anti-violência, com foco na infância e na juventude, além de programas de conscientização ambiental, com a temática mais abordada sendo “AMIGOS dos animais” e “preserve a natureza”, entendendo que “natureza” acolhe todos os animais, com mais atenção aos silvestres e aos ameaçados de extinção (na lista, os animais mortos pelo sanguinário personagem central: onça pintada, jiboia, e algumas subespécies de porco-espinho).
Até mesmo a clássica DONA CHICA já não atira mais o pau no gato e ensina as crianças que “isso não se faz, não devemos maltratar os animais”.

Até mesmo a Dona Chica já não atira mais o pau no gato.

Mas o que importa é que as crianças gostaram, só eu me incomodei e fiz questão de vaiar uma montagem nociva como essa.

Lembrando que as crianças gostam de sexo e violência, assistam mais MMA com seus filhos (vocês já não sabem diferenciar esporte/arte marcial de agressão, não saberão explicar e não esperem que seus filhos aprendam sozinhos quando lhes golpearem na barriga ao receber um “não”).

No teatro, para as crianças, vocês também poderiam fazer uma montagem de O REBUCETEIO. Certeza absoluta de que elas vão a-d-o-r-a-r. Só não garanto, porém, que supere um Jackie Chan ou Denzel Washington da vida.

Assim caminha a humanidade: sentada, acomodada, assim tá bom, deixa com está, o que importa é que as crianças gostaram e eu só vou me levantar se for pra voltar.

Dwsz.

Nota: A aberração teatral foi encenada na Cidade do Saber, e presenciada por mim no dia 07 de Abril de 2013. Apesar de tudo que os Profissional da Educação, Psicólogos ou Sociólogos possam dizer, concordando comigo, existe a “livre-expressão” que também permite que os pais façam suas crianças dançarem “sou o rei do puteiro” sem o menor pudor ou medo de condenação por contrariar o Estatuto da Criança e do Adolescente. Assim sendo, esta publicação é mera exposição de opinião e não tem valor social, acadêmico, clínico, pedagógico ou, ainda menos, de crítica sobre produções cênicas. Isto é Camaçari, isto é Bahia, isto é Brazil. Dwsz.

Publicidade no Facebook é uma farsa


Publicidade no Facebook não é tiro ao alvo, mas roleta russa.

Atenção investidores: FACEBOOK É UMA MERDA!

Apesar de todos os dados que o site coleta sem o meu pleno consentimento, eu só vejo anúncios que me desagradam. Poucos são os que eu considero consumíveis* e nenhum deles atinge o nível de clicável.

A Rede Azul não filtra as campanhas de forma a apresentá-las preferencialmente a potenciais novos clientes. Se o Facebook faz algo parecido com isso, é exatamente o contrário.

Dwsz.

*”consumíveis” refere-se às próprias campanhas, e não necessariamente aos produtos que pretendem vender embora frequentemente exista essa combinação.

Suicídio coletivo na boate Kiss – previsão sobre os fatos seguintes


Eu estou tendo uma visão nesse momento. MOMENTO CLARIVIDÊNCIA:

O suicídio coletivo de centenas de jovens na boate Kiss, em Santa Maria, continuará sendo maldosamente interpretado como acidente. Os interesses capitalistas que fervem com a proximidade da Copa do Mundo prevalecerão sobre a importância de falar sobre o que levaria tantos universitários a se matar juntos.

O alarme soará por muitas semanas e os sensacionalistas exigirão a interdição de 96% das casas noturnas e incluirão alguns outros estabelecimentos na lista. Induzidos à falência, os estabelecimentos serão vendidos para grupos estrangeiros que serão elogiados pelo espaço, estética e segurança, mas também levarão embora o dinheiro brasileiro sem reinvesti-lo no país. Mas todos estarão na festa, se embriagando divertindo e ninguém vai se importar com isso. Algumas dessas novas casas permitirão a aparição de artistas que, antes disso, não vinham a essas regiões – mas sem garantir melhor PIB por causa disso.

As escolas brasileiras, inclusive Institutos Federais e outras escolas técnicas continuarão desinteressadas em realizar treinamentos de emergência. Aliás, essa expressão nunca será mencionada em tais ambientes. Os milhares de mortos por erros básicos na segurança em fábricas, a exemplo do Pólo Petroquímico, continuarão nunca mencionados.

Porra! De que adianta ser clarividente se eu só adivinho o óbvio?

Dwsz.

Dhomini arrancou os dentes de um cachorro?


Como arrancar os dentes de um cachorro com um machado sem decepar sua cabeça?

Cachorro banguela!

Com os cosmorritmos que Dhomini usou hoje, no mural do BBB, fica fácil entender o que aconteceu – e eu ainda nem sou formado psicólogo.

*1.9.3.6* é o cosmorritmo do amor, incompatível com esses maus tratos ou mesmo as lembranças deles. Ele teria, no mínimo, vergonha de falar isso, não o faria abertamente (eu não assisti a cena).

*42.19* não é um cosmorritmo, a menos que tenha sido truncado. O cosmorritmo completo seria *42.19.31.6*, antistress. O bróder é muito fanfarrão e faz piada com tudo, muitas vezes sem graça ou de mau-gosto. Se ele está preocupado com alguma coisa, talvez a prova do líder, o paredão ou o jogo em si, isto explica sua ansiedade e a escolha errada das brincadeiras. Ele pode ter dito que arrancou os dentes de um cachorro por brincadeira, afinal isto seria uma atitude irracional e extremista, características que nos fazem rir (Danilo Gentilli que o diga). Outro detalhe que indica o nível de stress é confundir “machado” com “alicate”. Como arrancar os dentes de um cachorro usando um machado sem decepar sua cabeça?

Eu não acredito que ele realmente tenha feito isso.

Dwsz.

Vestibular da Uneb acontece essa semana


Universidade do Estado da BahiaO vestibular 2013 da Uneb tem seu momento mais importante nos próximos Domingo e Segunda-feira, 13 e 14 de Janeiro de 2013. Os candidatos devem visitar o site da instituição para conferir os locais de prova, onde o uso de celulares não é permitido.

No acesso a sala o candidato receberá um saco plástico onde deverá lacrar qualquer aparelho eletrônico que esteja portando, preferencialmente com a bateria retirada. Mesmo os relógios analógios estão proibidos. O uso do celular é liberado apenas fora das dependências do prédio.

No primeiro dia as provas são de Línguas e Humanas, no segundo são de Matemática e Ciências Naturais. Para levar os dois cadernos é necessário permanecer até o último momento (4 horas de prova, no segundo dia) ou o candidato ficará apenas com o primeiro caderno de questões. No Domingo será possível deixar o local com o mínimo de 2 horas.

Os estudantes também devem acordar cedo porque os portões fecham às 7:50 no horário local.

Confira o edital de convocação completo em http://www.resultadovestibular.uneb.br/edital_convocacao_provas.pdf

Dwsz.

Riachuelo investe no estilo ultra-retrô alienado “Pesadelo Americano”


Eu pensei que fosse apenas um erro para a televisão, mas a Riachuelo realmente tomou o “American Dream” como a temática da estação (Primavera-Verão).

Alguém pode, por tudo que há de mais sagrado na indústria têxtil, avisar a esses dementes senhores que o “Sonho Americano” é um pesadelo do qual muitas pessoas já acordaram e continuam acordando as outras?

O estilo de vida americano é tão “de última” que nem os próprios estado-unidenses suportam.

O sonho americano é lindo! (quando não se tem mais nada pra fazer além de ficar na frente da televisão)

Nem tudo que funciona no lápis, papel e alucinação dos croquis dos estilistas funciona em pessoas reais – e as “blogayras” com seus publiposts são capazes de provar isso sem fazer esforço.

Esse estilo é incompatível e incoerente com o clima, os hábitos e ideologia brasileiros – sempre foi e atualmente é ainda mais.

Podemos fazer um acordo? 1- deixe o estilo de vida americano para os americanos: eles inventaram isso, eles arquem com as consequências SOZINHOS. 2- deixe os anos 1950 na década de 1950: atualmente estamos no século 21 e o mais importante não é tecnologia que se desenvolveu mas as pessoas que se livraram de maus-hábitos que foram construídos por muitos anos. Ok, a moda é cíclica e é saudável revisitar o passado – mas apenas no sentido de se lembrar dele e não de voltar a vivê-lo como se fosse hoje! Acordem! Isto é uma questão de segurança pública e eu não estou exagerando: inocentemente ou maquiavelicamente, as lojas de departamento estão potencializando a lavagem cerebral que autoridades estado-unidense fazem pelo mundo afim de implantar suas próprias leis e satisfazer exclusivamente seus próprios desejos. Lembrem-se que nos próximos haverão eventos internacionais de grande porte e mesmo os civis menos espertos afirmaram por muito tempo que o Brasil não teria condições de receber tais eventos por não poder investir nas obras. O dinheiro nós ainda não temos, já que nunca tivemos para obras públicas tão importantes por todo nosso território federal – mas as obras para a Copa do Mundo, por exemplo, estão acontecendo e não é com nosso dinheiro: é capital estrangeiro que por nós é administrado sob a forma de empréstimo (cobrado com muitos juros, mesmo que não necessariamente sob a forma de dinheiro – e isso é o que preocupa mais).

Em Salvador temos o prático exemplo do Hotel Hilton, que teve sua obra embargada logo no início, na apresentação do projeto. Não tenho provas da relação entre os fatos, mas qualquer cidadão ou visitante pode notar o que aconteceu com nossa cidade desde então e perceber que as promessas de melhora só apareceram depois das promessas de liberação dessa e de outras obras sumariamente rejeitada há alguns atrás porque os ambientalistas temiam grave alteração na geografia do litoral. Os projetos ou não mudaram ou mudaram muito pouco, mas as obras estão sendo liberadas. E essas obras, de novo, não são para o povo de Salvador, da Bahia nem do Brasil – primeiro porque não será acessível a eles, segundo porque não corresponderá ao seu estilo. Tudo isso é exclusivamente para os alienígenas que aterrissam em terras tupiniquins para, mais uma vez, escravizar e dizimar os indígenas.

Sinto muito mas eu não terei forças para viver e ver isso.

Obs: “alienígenas” e “indígenas” formam um jogo de dualidade de palavras. O termo “indígenas” é popularmente utilizado para se referir aos nativos brasileiros que, teoricamente, são descendentes diretos daqueles que já habitavam esse território quando os europeus chegaram, e o termo “alienígenas” costuma ser confundido com “extra-terrestres” apesar de poder funcionar como sinônimo. Originalmente, porém, “indígena” refere-se ao indivíduo (ou, figurativamente, objeto) pertencente ao espaço usado como referência, e “alienígena” (já que é seu antônimo) refere-se àquele que é de fora. Sendo assim, em 1500 (segundo narra a história) os indígenas tupiniquins (muito hospitaleiros e ingênuos) receberam os alienígenas portugueses (muitos astutos e execrados em sua terra natal ao ponto de serem lançados ao mar com destino ao “fim do mundo” – já que a terra “era” chata). Sendo assim também, nós (os indígenas terráqueos) tememos uma invasão alienígena (extra-terrestre) por acreditar que todos são como nós e, se vão em excursão a um lugar novo, o principal objetivo “deles” é, primeiro, sondar o local para, posteriormente, dominar o território e destruir todo tipo de vida que ali existe e que poderia representar uma força de resistência à colonização. Fim da aula de gramática.

Dwsz.

TIM pode não ativar novos TIM BETA


As promoções BLOQUEIA VÉIO e SEU OUVIDO VALE UM CHIP, assim como o próprio Tim Beta, mostraram-se um fracasso do início ao fim.

From DONQQ_imagens públicas

Quem é BETA falha mais.

From DONQQ_imagens públicas

Através de solicitação de informação pela central de atendimento ao cliente, a TIM transparece desinteresse nas normas da Anatel. Talvez seja mais barato pagar as multas do que regularizar o sistema, onde o cliente precisa ouvir uma mensagem muito longa até descobrir que deve teclar “0” (zero) para falar com um atendente, enquanto a reguladora recomenda que essa informação esteja no começo da gravação. Não é possível afirmar se o dinheiro das multas permitira maior investimento em infra-estrutura, tampouco se a operadora teria interesse nisso.

Sobre a promoção TIM BETA, a informação é que os convites continuam sendo enviados e entregues sem alteração nos atrasos a que os clientes já se habituaram. Porém os amigos que receberem os chips a partir da próxima segunda-feira, 23 de Julho de 2012, ainda não poderão ativá-los. A decisão, porém, ainda não é definitiva e atinge também a portabilidade numérica.

Devido ao grande volume de reclamações, a Agência Nacional de Telecomunicações anunciou, na última quarta-feira (18), a suspensão da ativação de novas linhas para as operadoras TIM, Claro e Oi em vários estados brasileiros.

Dwsz.

Leia também: G1 – Anatel anuncia suspensão de venda de chips da Oi, Claro e TIM – notícias em Tecnologia e Games.

 

 

 

Leitura comentada: Homens não acreditam que exame preventivo de PSA faz mais mal do que bem.


Alguma novidade?

“gritaria geral de médicos e dos laboratórios, que temem perder clientes e faturamento”

“o exame de sangue comumente usado para triagem de câncer de próstata, o teste de PSA, faz mais mal do que bem – ele leva os homens a receber tratamentos desnecessários, e às vezes até perigosos”

“um estudo de dez anos de cerca de 250.000 homens, que mostrou que o teste não salva vidas”

É o que chamamos de PUBLICIDADE.

“Por que as pessoas acreditaram na ciência quando o exame foi lançado inicialmente, mas não acreditam mais agora quando a mesma ciência mostra que o exame não é tão bom quanto se acreditava a princípio?”

“Muitos estudos têm mostrado que histórias têm poder sobre as percepções que uma pessoa tem sobre tratamentos médicos.” (Sobre qualquer coisa, eu diria.)

Estava tentando falar sobre tratamentos médicos, mas isso se refere à PUBLICIDADE de tais tratamentos.

“Imagens são muito mais fáceis de compreender do que estatísticas”

Dwsz.

Exame preventivo de PSA faz mais mal do que bem. Homens não acreditam.

Uma leitura comentada de “Geoengenharia pode destruir azul do céu” – Inovação Científica


Acho que isso responde à pergunta “por que diabos eles querem ‘diminuir o azul’ do céu?”. Muito simples: para proteger o nosso sistema. Não, o ecosistema não, o sistema econômico mesmo.

“Segundo os pesquisadores, os efeitos afetariam diretamente a geração de energia solar, uma vez que uma quantidade de luz muito menor chegaria até os painéis solares.”

Isso significa mais concentração de água? A consagração do mineral como “ouro transparente”?!

“Um outro estudo também já havia demonstrado que o ‘sombreamento’ artificial da Terra pode desacelerar ciclo global da água.”

Eu não acredito que eu seja o primeiro autor de uma teoria que diz que o planeta Terra em si já é um laboratório e foi formado ou ao menos escolhido para tal. Um planeta pequeno e isolado, sem comunicação com o meio exterior, exceto para fins estritamente científicos.

Em aula de Sociologia constatamos que, segundo a Bíblia Sagrada, Deus teria sido o primeiro cientista social da História. E outras teorias afirmam que “Deus” teria sido “alguém de fora”.

Pense no aqui, agora; em nós. Você, enquanto cientista, não cogitaria a possibilidade de “colonizar” um planeta para fazê-lo de laboratório afim de fazer experimentos em “escala global”? Seria semelhante a “colonizar” uma placa de acrílico com bactérias. Eu desenvolvi essa teoria ainda criança. E por que seríamos nós a colonizar e não as cobaias?

“é virtualmente impossível calcular todos os efeitos gerados por uma manipulação do clima em escala planetária.”

Primeiro, o mais óbvio de tudo: TUDO cinza, desde o chão, passando pelas paredes até o céu. Depressão será o normal.

 “Embora nosso estudo não tenha tratado sobre os possíveis impactos psicológicos sobre essas mudanças no céu, eles também devem ser considerados.”

Dwsz.

Geoengenharia pode destruir azul do céu.

IURD – concurso público para pastor


Concurso público para pastor da Igreja Universal do Reino de Deus exige que candidatos sejam do sexo masculino. A princípio eu achei estranho; seria discriminatório e anticonstitucional. Mas alguém comentou sobre anúncios que aparecem de vez em quando sobre “vagas de estágio, sexo feminino”.

O meu argumento era que, na função de pastor, não haveria nenhuma atividade que exigisse um pênis ou outras características masculinas. Mas se as estagiárias precisam de uma vagina e outras características femininas para atender às necessidades do dono da empresa, então um pastor da IURD precisa de um pênis pra comer os (deixa pra lá).

Totalmente coerente!

Salário inicial de mais de R$8 mil.

Dwsz.

Igreja Universal abrirá concurso para pastor; salário inicial é de R$ 8 mil – Portal de Notícias Tribuna do Maranhão.

Mundo Canibal Terror faz sucesso no Youtube


Mundo Canibal Terror é uma série de videos de Terror-Comédia muito bem produzida e hilária! É extasiante morrer de rir das caras que as pessoas fazem quando tomam um susto daqueles.

Tudo é narrado pelo Pastor Metralhadora (Tátátátátá!). Não é muito útil fazer comentários a respeito dessas produções: o melhor mesmo é assistir. Mas cuidado: se você for cardíaco ou asmático, certifique-se de ter um kit de emergência por perto – um ataque de risos deve ser esperado.

Dwsz.

Mundo Canibal Terror 7 – YouTube.