Suicídio coletivo na boate Kiss – previsão sobre os fatos seguintes


Eu estou tendo uma visão nesse momento. MOMENTO CLARIVIDÊNCIA:

O suicídio coletivo de centenas de jovens na boate Kiss, em Santa Maria, continuará sendo maldosamente interpretado como acidente. Os interesses capitalistas que fervem com a proximidade da Copa do Mundo prevalecerão sobre a importância de falar sobre o que levaria tantos universitários a se matar juntos.

O alarme soará por muitas semanas e os sensacionalistas exigirão a interdição de 96% das casas noturnas e incluirão alguns outros estabelecimentos na lista. Induzidos à falência, os estabelecimentos serão vendidos para grupos estrangeiros que serão elogiados pelo espaço, estética e segurança, mas também levarão embora o dinheiro brasileiro sem reinvesti-lo no país. Mas todos estarão na festa, se embriagando divertindo e ninguém vai se importar com isso. Algumas dessas novas casas permitirão a aparição de artistas que, antes disso, não vinham a essas regiões – mas sem garantir melhor PIB por causa disso.

As escolas brasileiras, inclusive Institutos Federais e outras escolas técnicas continuarão desinteressadas em realizar treinamentos de emergência. Aliás, essa expressão nunca será mencionada em tais ambientes. Os milhares de mortos por erros básicos na segurança em fábricas, a exemplo do Pólo Petroquímico, continuarão nunca mencionados.

Porra! De que adianta ser clarividente se eu só adivinho o óbvio?

Dwsz.

ENEM 2012 cancelado


Entrei no Twitter para atualizar a rede antes de inciar os preparativos para a prova de mais tarde e li que os Trending Topics me dizia que isso seria desnecessário. Em segundo lugar estava, claro, “ENEM“, já que são milhões de estudantes inscritos e as datas marcadas são hoje (03) e amanhã (04 de Novembro de 2012). Mas, em quarto lugar, estava “#ENEM2012cancelado”! Fiquei impressionado, principalmente pelo fato de a notícia só ter sido divulgada hoje (antes de dormir eu ainda não tinha visto burburinho na minha timeline do Facebook).

Seguindo o link do TT percebi que a maioria dos tweets eram chacota e no site oficial do do Inep não havia qualquer referência ao suposto ocorrido. Apelei para o Google que, na primeira página, apenas nas descrições, já me disse que era tudo boato. Mais do que isso: que a Polícia Federal vai investigar o caso.

Ora, lembrando de tudo o que aconteceu no passado, não seria nada difícil acreditar nesse mal-entendido. Mas foi justamente lembrando do passado que isso aconteceu: em 2009, um homem tentou vender a um jornalista uma prova subtraída de uma gráfica contratada para imprimi-las (isto foi notícia no Fantástico) e por isso as provas foram remarcadas. Acredita-se que um grande volume de acessos à publicação no site O Globo gerou esse tumulto, mas eu também aposto numa notícia real sobre o cancelamento do Enem 2012.

A intenção do MEC era realizar pela primeira vez duas edições do exame nacional no ano, mas a empresa que faz a gestão de risco do Enem concluiu que isso sobrecarregaria as estruturas logísticas do exame.

As provas estavam marcadas para Abril de 2012 e deixaram de ser realizadas exatamente pelos problemas anteriores, particularmente de 2011, onde estudantes tiveram erros na correção da redação, levando a Defensoria Pública da União a determinar que todos os estudantes tenham acesso à correção de suas provas (o que, até então, só seria possível com bons advogados). Com tão pouco tempo, não seria possível cumprir essa determinação, que fez o Enem 2012.1 ser cancelado mantendo-se apenas o que seria o Enem 2012.2, que sequer teve sua data alterada.

Em síntese, quase tudo o que se diz sobre o cancelamento do Enem 2012 é erro de interpretação e as provas dos dias 03 e 04 de Novembro de 2012 estão confirmadas, com portões abertos às 12:00 no horário de Brasília e duração de 4h30′ e 5h30′ respectivamente no primeiro e no segundo dias. É permito apenas o uso de canetas pretas com corpo transparente e não é obrigatório levar o cartão de inscrição: com local de prova e sala em mente, identifique-se apenas com documento de identidade com foto.

Dwsz.

Blog Leituras Favre


José Serra volta ao foco nas colunas e tweets de política por ter deixado cargo para concorrer a outro depois de ter assinado documento em que dizia se comprometer a cumprir todo o mandato. O “up” dessa vez se deu pela declaração de que o tal documento “era só um papelzinho, não valia nada”. De fato o eleitor otário não registrou esse termo de compromisso em cartório e foi mais otário ainda de elegê-lo governador do Estado de São Paulo e, no final do ano, o colocará no segundo turno da presidência.

Blog Leituras Favre.

Spike Lee fez a coisa certa


Depois de assistir ao filme de Spike Lee que foi indicado pela UFBA (Faça a coisa certa), eu fiquei muito inspirado e vi muitas possibilidades de descrever, a partir dele, os conceitos dos três ensaios que eu estou trabalhando: Racialismo e Interculturalidade, Progressivismo (já publicados no Scribd) e O Despertar Tendencioso – Hipnagogia na sociedade (ainda em produção).

Eu não quis desperdiçar toda essa inspiração e decidi escrever sobre isso. Era pra ser um artigo para o DONQQ, mas ficou tão extenso e descritivo que preferi trabalhá-lo melhor para ser o meu terceiro ensaio. Ele serve como aplicação de conceitos já apresentados e também como introdução à hipnagogia.

Bem, é verdade, eu ainda devo demorar um pouquinho para apresentar o ensaio sobre hipnagogia, já que ele pretende falar sobre o uso dessa técnica pela mídia, sua influência na sociedade e como ele ocorre naturalmente no sono “normal”. Então eu ainda vou ter que estudar e observar bastante até lá.

Visite meu perfil no Scribd e faça o download gratuito dos ensaios publicados.

Dwsz.

O que é que eu vou ler?


As férias estão chegando e, para passar o tempo, há diversas opções. Para os clássicos, uma boa leitura em um lugar calmo é de longe a melhor escolha. Aos clássicos da nova geração, essa leitura será através de um computador – seja ele um desktop, um laptop, um tablet ou até mesmo um (not so) smartphone.

Todos esses “novos clássicos” encontrarão diversas opções de leitura em sites como o Scribd. Caso ainda não tenham certeza do título que querem ler, encontrarão sugestões e comentários em sites como o Skoob.

É, sendo assim a maior dificuldade vai ser escolher o local e a plataforma para essa tarefa. Mas isso também pode ter inúmeras variáveis, e deixarei essa discussão para depois.

Abraço,
Dwsz.

Hackers do Anonymous anunciam ataque ao Facebook em novembro


O grupo hacker Anonymous, responsável por uma série de ataques em sites de governos, de empresas de cartão de crédito e à rede de games on-line PlayStation Network (PSN), da Sony, anunciou que realizará um ataque em massa contra o Facebook no dia 5 de novembro. O objetivo dos criminosos grifo meu é derrubar o site, que conta com mais de 700 milhões de usuários cadastrados.

O ataque foi confirmado por meio do Twitter e por um vídeo divulgado no YouTube. Nele, a gravação afirma que a rede social tem auxiliado governos, “vendendo informações de usuários e garantindo acesso clandestino para firmas de segurança que espionam pessoas de todo o mundo”.

O dia 5 de novembro foi escolhido por ter relação à história em quadrinhos “V de Vingança”, cujo personagem principal, Guy Fawkes, é lembrado por integrantes do Anonymous no uso da máscara característica apresentada na série.

Eles ainda afirmam no comunicado que “tudo o que o usuário faz no Facebook fica na rede social, independentemente das configurações de privacidade”, e que “deletar a conta é impossível, pois os dados ficam armazenados no Facebook”. “O Facebook sabe mais sobre você do que sua família”, diz a mensagem.

O grupo ainda avisa que o dia do ataque “entrará para a história”. Ainda pelo Twitter, o Anonymous publicou uma mensagem dizendo que estava organizando o que chama de “Operação Facebook” (#opfacebook), mas que nem todos os membros concordavam ou participavam da preparação do ataque. O Facebook não se manifestou sobre as ameaças até o momento. As informações são do G1.

 

Fonte: http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/hackers-do-anonymous-anunciam-ataque-ao-facebook-em-novembro/

Continuar lendo

Servidores fazem manifestação junto ao Sindicato em Salvador


Fernando Haddad

Image via Wikipedia

Na última quarta-feira, 31 de agosto, servidores do IF Baiano e IFBA se uniram ao Sindicado Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), em manifestação pela melhoria da educação. O ato público, cujo lema é “Educação vai às Ruas”, teve início, na avenida Paulo VI, em Salvador, onde está localizada a sede provisória da Reitoria do IF Baiano. Participaram da manifestação, os servidores da Reitoria e dos Campi Catu, Guanambi e Santa Inês do IF Baiano, além dos servidores do Campus Salvador do IFBA. Mais tarde, às 14 horas, a manifestação aconteceu no bairro do Canela, nas imediações da Reitoria do IFBA.

P8310959A greve dos servidores já dura 34 dias e conta com a adesão de servidores de 21 estados, cerca de 230 institutos federais paralisados. Além do reajuste salarial, auxílio alimentação e outros benefícios, constam na pauta de reivindicações a reestruturação de carreiras, a democratização dos institutos federais, manutenção dos concursos públicos, redução de carga horária e reestruturação da infra-estrutura dos campi. “É necessário chamar a atenção da população sobre a expansão e estruturação da Rede Federal, a fim de conscientizar a todos sobre as necessidades da educação pública e manutenção da qualidade. É importante que a população participe deste processo”, concluiu o coordenador do Sinasefe, da seção Catu, Luiz Henrique Souza.

Negociações – Dando continuidade às negociações, o ministro da Educação, Fernando Haddad, reuniu-se com o comando de greve do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), na segunda-feira passada, 29/8. Como ainda não houve acordo, o calendário de negociações segue com mais duas reuniões agendadas. O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), que acompanha as negociações, foi representado pelo diretor administrativo, professor Cláudio Adalberto Koller.

Durante a reunião, representantes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) anunciaram a conclusão de um estudo de demanda acerca das reivindicações relacionadas diretamente ao MEC. O conteúdo será transformado em propostas, a serem definidas na quinta-feira, 1/9, em reunião com o ministro da Educação e integrantes do Conif. As informações serão repassadas ao comando de greve na próxima terça-feira, 6/9, durante mais um encontro com o ministro.

Quanto à negociação de natureza econômica, cuja proposta – aceita por outras centrais sindicais – também foi apresentada ao Sinasefe na semana passada, pelo Ministério do Planejamento, Haddad destacou que a data limite para o fechamento do Orçamento de 2012 encerra no dia 31 de agosto, o que dificulta avanços neste momento.

P8310966Reuniões – por intermédio do Conif, a agenda de negociações entre o Ministério da Educação (MEC) e o comando de greve iniciou na última quarta-feira, 24/8, com a primeira reunião entre o comando de greve e o ministro. Na manhã seguinte, 25/8, os representantes do Sinasefe foram recebidos pelo secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Eliezer Pacheco, em reunião preparatória para o início das negociações.

Conif e Sinasefe – Durante reunião do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica (Conif), na Bahia, em maio deste ano, houve a participação do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe).  Foram abordadas questões sobre a validação da pós-graduação no Mercosul, do auxílio transporte, a progressão por titulação dos servidores da rede e sua racionalização, ou seja, o ato de equilibrar a transição das carreiras dos servidores em razão da transformação das instituições para instituto federal.

O Conif colocou-se aberto ao debate para as questões apresentadas e reforçou a necessidade de formalização das relações entre o sindicado e o conselho, a fim de esclarecer as competências de cada um nessa relação e de manter um diálogo cordial e esclarecedor das posturas a serem assumidas pelas duas entidades.

P8310974

Ascom IF Baiano com informações da Ascom Conif

Fonte: http://www.ifbaiano.edu.br/portal/?p=6377

Ifba Camaçari: doce sonho, amarga realidade


Brasão Camaçari-BA

Image via Wikipedia

Os alunos do campus Camaçari do Ifba – Instituto Federal da Bahia (antigo Cefet) tiveram o início do ano letivo de 2011 adiado por conta do atraso nas obras.
Os adiamentos sucessivos da primeira aula do ano tinham o objetivo de garantir ao alunos, professores e funcionários o mínimo necessário para realização das atividades acadêmicas na nova sede. Até então (ano de 2010) as atividades da instituição aconteciam em um prédio emprestado pela prefeitura de Camaçari.
Nesta quarta-feira, 11 de Maio de 2011, os estudantes estarão se mobilizando para pedir o apoio da comunidade e chamar a atenção dos governantes para os problemas encontrados na unidade – e exigir soluções.
O campus foi entregue com as obras inacabadas e, com o período de chuvas, identificam-se erros grosseiros na execução do projeto. Questiona-se o prazo dado – e não cumprido – para a execução de todo o projeto; a licitação realizada para a construção do campus; o projeto enviado pelo governo federal; o corte nas verbas; a falta de segurança dentro do prédio e no caminho percorrido dele e para ele, de e para pontos de ônibus, por exemplo; o saneamento básico irregular; ausência de infraestrutura para instalação de redes de computadores (alunos de TI são prejudicados diretamente por perder conteúdos e aulas práticas e atividades administrativas também são comprometidas) entre diversos aspectos que incluem físicos da instituição, acadêmico-curricular, segurança e saúde.
Houve um acidente com operário ainda essa semana; há crateras por todo o terreno e extintores de incêndio irregulares; nos laboratórios, os equipamentos estão ameaçados por infiltrações; banheiros sofrem alagamento com refluxo de esgoto; o teto da área onde viria a ser o auditório desabou e há um alto risco de acontecer o mesmo com o telhado da biblioteca, onde há carência de livros essenciais. Esses são apenas alguns exemplos dos problemas encontrados no local.
O campus Camaçari do Ifba localiza-se no Bairro Novo, entre o Hospital Geral de Camaçari e o complexo Ford.

Dwsz.

30 dias que fazem os outros 335 passarem rápido.


Hoteis Othon

Hoteis Othon

Com diárias a partir de R$170,00 no Othon Palace Fortaleza (CE), a rede Othon Hotéis, em publicidade veiculada hoje, 07 de Julho de 2009, Quinta-feira, no Jornal A Tarde de Salvador, no caderno 1 página A9, implora àqueles que tinham planos de se hospedar em qualquer de seus hotéis que não o façam.

Tendo o foco naqueles que planejam viajar e passar os 30 dias das férias de Julho, o Othon não quer seus apartamentos ocupados. Provavelmente por causa de certa pandemia conhecida como gripe do porco, gripe suína, gripe mexicana ou Influenza A (H1N1).

Infelizmente a mesma propaganda não está no site. Tão curioso quanto a sinceridade da propaganda, que diz que esses 30 dias seriam os piores do ano, custando a passar, fazendo parecer um prazo mais longo do que os outros 335 dias que compoem o resto do ano; tao curioso quanto isso é a chamada na página principal, lá em cima, na barra de identificação do navegador: “O seu jeito de ficar bem”. Isso é contradição.

Quer mais um motivo pra não se hospedar lá? O atendimento é ruim. Imagine, se alguém já te trata mal pelo telefone, como será pessoalmente? Ah, perdão. Isso não é mais um motivo, é redundância. O que acabo de indicar já está implícito na própria publicidade no jornal.

Explico: ao ligar para o número indicado 0800-725-0505 e tentar verificar onde estava o erro, descobri (DE NOVO) que erro estava em mim; em acreditar que havia um erro. O atendente me confirmou que tudo era verdade da seguinte forma: – – –

Exatamente. Quando pedi que esperasse um pouco, para que pudesse anotar o número que ele iria me passar (hm… sei… o número existia?) imediatamente percebi um silêncio. Uma mensagem no visor dizia “Chamada Encerrada”.

Veja: pelo telefone eles podem desligar na minha cara. E pessoalmente? Os mais educados entre os seus funcionários, obviamente, vão dizer “um minuto” seguindo de “um  minuto” e de novo “um minuto”.

Publicitário e contratante, ambos deveriam receber um prêmio pelo trabalho. Hoje em dia é raro ver uma empresa com tanta transparência.

MEUS PARABÉNS À EQUIPE OTHON HOTÉIS, PELA TRANSPARÊNCIA EM SUA PEÇA PUBLICITÁRIA. Já não digo o mesmo pelo compromisso, atenção, objetividade, educação, atendimento…

Pitty aposta na psicodelia em novo CD


Pitty

Image via Wikipedia

Publicado em 14.06.2009, às 16h50, em http://jc.uol.com.br/canal/lazer-e-turismo/celebridades/noticia/2009/06/14/pitty-aposta-na-psicodelia-em-novo-cd-190582.php

As músicas pesadas ficam. As baladas ganham cores e texturas diversas, enquanto um sabor psicodélico atiça os neurônios. Aos 31 anos, a baiana Pitty decidiu mergulhar no passado para atualizar o futuro. Em agosto, quando desvendará por inteiro seu terceiro disco de inéditas – ainda em produção no estúdio/casa do baterista e ex-namorado Duda Machado -, a cantora testará mais uma vez a popularidade com seu público.

Desde janeiro deste ano, a rotina do maior nome feminino do rock nacional é a mesma. Shows no fim de semana e 12 horas diárias de experimentos, rabiscos e discussões durante a semana no aconchegante espaço no centro de São Paulo que a cantora chama de ‘factory’. “Enquanto gravo uma voz, o Martin (guitarrista) cozinha, o Spencer (videodesigner) alimenta e edita nosso site, alguém pinta uma tela. Montamos um espaço criativo onde as ideias são fomentadas a todo momento”, fala Pitty, enquanto bate as cinzas de mais um cigarro.

Cantora e banda ficaram quatro anos sem gravar um álbum de inéditas. Para voltar a escrever, Pitty tirou o pó dos inúmeros cadernos de anotação espalhados pelos cantos e juntou a eles um dicionário, livros de filosofia, psicologia e história da arte. “Tive um bloqueio no início, fiquei angustiada. Não me conformava em fazer o mesmo ou pior. Tinha de ser tudo muito melhor”, comenta.

Os assuntos escolhidos para a nova empreitada não diferem muito daqueles já apresentados em seus dois primeiros álbuns de estúdio (Admirável Chip Novo de 2003, e Anacrônico de 2005). Segundo ela, “uma investigação sobre o ser humano como um todo”.

Musicalmente, entretanto, o disco (ainda sem nome definido) apostará na infusão de músicas “para dançar”, baladas psicodélicas com suspiros de Portishead e Velvet Underground, experimentalismo e o peso habitual de suas composições passadas. “Escutei muitas coisas dos selos Motown, Stax, viciei na obra do (produtor) Phil Spector. Existe peso e leveza. É o disco mais psicodélico que a gente fez na vida. Não esperava que fôssemos para esse lado”, explica, enquanto escuta ao fundo músicas refrescantes de Otis Redding e Sam Cookie. Pitty ainda cita uma ária de Carmem, de Bizet, que inspirou Água Parada, e uma frase de Marcel Proust na canção Medo. “Vamos brincar com tudo. Gravei chuva, maracas, sinos, guizo, palmas, uma voz debaixo da goiabeira.”

Para quem a conhece de outros tempos, Pitty parece muito mais relaxada e certa daquilo que está fazendo. Uma atitude que justifica essa mudança é o ensaio sensual que publicou recentemente em seu site (www.pitty.com.br), onde posa de pin-up “Minha prioridade era mostrar o som e a banda. Agora que isso já está estabelecido, é claro que dá para relaxar mais e usufruir a feminilidade. Amo arte erótica, mas aqui (no Brasil) as pessoas costumam só olhar se o peito está em pé ou se a barriga está boa. Tento canalizar esse tipo de trabalho para lugares nos quais as pessoas encaram como uma forma artística.”

O relaxamento também vem inserido no discurso quanto ao direcionamento do novo disco em relação ao trabalho anterior, que não causou o mesmo impacto que sua estreia. “O fato de o segundo disco não ter sido aceito tão facilmente não reflete em nada agora. O Anacrônico foi o pulo do gato e é um disco infinitamente superior. Se tivéssemos lançado um outro Chip Novo, estaríamos em um mesmo patamar, dançando a mesma dança”, aponta a cantora, que pede insistentemente que sua banda entre na conversa. O guitarrista Martin brinca: “Mas você está falando tão bonito.”

Na tocaia, quando o assunto são as críticas da imprensa escrita, Pitty dispara e ainda “dedica” a música Me Adora (leia nesta página) para parte dos jornalistas: “Existe muita desconfiança com o novo, mas eu já estava ‘caceteada’ com tudo que havia passado em Salvador. Tem jornalista que só gosta de hype, jornalista que quer ser estrela. Estou acostumada.”

Quando questionada sobre os formatos utilizados para o futuro lançamento, a baiana, que hoje namora o baterista do NX Zero, Daniel Weskler, agita-se ao falar do vinil. Além de ganhar a plataforma “anacrônica” pela primeira vez, o CD será disponibilizado também digitalmente e para celulares. Nos shows recentes, quatro músicas têm sido apresentadas para o público: Medo, Água Parada, Rato na Roda e Pra Onde Ir. “É uma forma de testar e decidir quais devem entram no novo álbum”, diz Martin, quebrando o silêncio.

Da turma do novo rock feito no País, Pitty não enxerga similaridade sonora em nenhum outro artista, novo ou velho. “Não fazemos parte de nenhuma cena. Viemos de Salvador, onde o rock é algo muito fragmentado.” A cantora, porém, vê na solidão uma forma de congraçamento com os outros nomes que chegaram a São Paulo na mesma época e situação. “Cachorro Grande, Dead Fish, Nação Zumbi e Cascadura são a nossa turma”, argumenta.

Se o novo disco vai agradar aos fãs daquela Pitty que estourou na MTV em meados desta década, a artista não sabe nem quer prever nada: “Não acredito que você possa fazer arte de uma maneira tão racional. Fazer arte pensando em que lugar ela tem que ocupar no imaginário das pessoas ou no mercado é publicidade, não é música.”

Fonte: AE

Revista americana traz capa com “tinta eletrônica”


10/09/2008 06:09 – 2710 exibições
Revista americana traz capa com “tinta eletrônica” 

 

 

Para celebrar seu aniversário de 75 anos, a revista americana Esquire se transformou na primeira publicação do mundo a adotar a tinta eletrônica “E-Ink“.

Segundo o site Digital Trends, para testar a novidade foram criadas 100 mil cópias especiais da edição, que estarão disponíveis nas bancas americanas.

A capa mostra os dizeres “O século 21 começa agora” e algumas pequenas fotos que mudam de cor e intensidade. Dentro da revista, um anúncio do Ford Flex também recebeu a tecnologia.

Para que a capa funcionasse, as baterias (que funcionam apenas por um mês e meio) foram fabricadas na China e enviadas para o México, onde as 100 mil capas foram montadas manualmente e enviadas para distribuição em caminhões refrigerados nos Estados Unidos.

O site oficial da revista convida os hackers a tentar desmontar a capa e dar à bateria uma vida mais longa que os noventa dias previstos para seu funcionamento.

Interessados podem conferir um vídeo que mostra a capa em funcionamento pelo atalho tinyurl.com/6bq7vg.

Continuar lendo