NUNCA PARE DE LUTAR


Existe uma linda música evangélica que diz “NUNCA PARE DE LUTAR”.

https://www.letras.mus.br/ludmila-ferber/417362/

lobo cordeiro

O que significa “nunca”?

“Nunca” é um tempo verbal que indica indefinição negativa de tempo: coisas que nunca acabam são coisas que não têm interrupção, que não têm fim.
Uma árvore que nunca dá frutos é uma árvore que, em toda sua existência, não dá um único fruto. E a árvore que nunca para de dar frutos é aquela que, desde sua primícia, não passa um dia sequer sem novas frutas em sua copa. Isto é, são 365 dias do ano com frutas naquela árvore. Isto é bastante diferente de uma árvore que dá frutos em determinada época do ano: quando não for a época daquela fruta, a árvore não dará frutos. Para as plantas sazonais, “nunca pára de dar frutos” é uma afirmação falsa.

Assim, o que significa dizer “NUNCA PARE DE LUTAR”? Significa dizer que, enquanto for tempo de guerra, mate. Depois que tiver matado todos os seus inimigos, continue matando.

“Quem não é contra nós é por nós”
Se todos os seus inimigos já estão vencidos, então agora você só tem aliados. Mas a ordem é “NUNCA PARE DE LUTAR”. O que isto singifica? Signfica que você deve lutar contra seus próprios aliados. Até, finalmente, você ser o único ser existente.

Quando você é o único ser existente, o que significa “NUNCA PARE DE LUTAR”? Singifica que você deve lutar contra si mesmo.

“NUNCA PARE DE LUTAR” é uma ordem para exterminar tudo a sua volta e, quando este objetivo tiver sido atingido, uma ordem de auto-destruição.

Para que essa mensagem fique oculta, há um trecho da música que diz “em tempos de guerra, nunca pare de lutar”. Mas quando é um “tempo de guerra”?
Fácil: haverá guerra enquanto houver combatentes na guerra. Não existe guerra quando não existem guerreiros. Ou seja, enquanto houver alguém lutando será tempo de guerra.
O que isso significa? Simples: “NUNCA PARE DE LUTAR” é uma ordem para que “SEMPRE” seja tempo de guerra.

Observe: uma árvore que NUNCA PARA DE dar frutos é uma árvore que está SEMPRE dando frutos. SEMPRE é TODO O TEMPO.

A música diz ESTEJA SEMPRE LUTANDO, porque enquanto você estiver lutando será tempo de luta (tempo de guerra). E quado você está lutando? Exatamente: SEMPRE.

Pra voltar lá pro começo dessa análise… Você não acha muito estranho que uma música “evangélica” fale sobre GUERRA?

Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
1 João 4:7-8

Jamais sigas pelas trilhas dos ímpios, tampouco andes pelas veredas dos maus.
Provérbios 4:14,15

A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e paz;
Romanos 8:6

Bem-aventurados
os pacificadores,
pois serão chamados
filhos de Deus.
Mateus 5:9

Dowglasz.

A água da loucura


Extraído do livro Veronika Decide Morrer, do escritor brasileiro Paulo Coelho. Trecho em que a personagem Zedka, uma interna do manicômio de Villete, conta a Veronika a estória do mago que jogou “poção da loucura” num poço de onde todo o reino bebia água.

Um poderoso feiticeiro, querendo destruir um reino, colocou uma poção mágica no poço onde todos os seus habitantes bebiam. Quem tomasse aquela água, ficaria louco.

Na manhã seguinte, a população inteira bebeu, e todos enlouqueceram, menos o rei – que tinha um poço só para si e sua família, onde o feiticeiro não conseguira entrar. Preocupado, ele tentou controlar a população, baixando uma série de medidas de segurança e saúde pública: mas os policiais e inspetores haviam bebido a água envenenada, e acharam um absurdo as decisões do rei, resolvendo não respeita-las de jeito nenhum.

Quando os habitantes daquele reino tomaram conhecimento dos decretos, ficaram convencidos de que o soberano enlouquecera, e agora estava escrevendo coisas sem sentido. Aos gritos, foram até o castelo e exigiram que renunciasse.

Desesperado, o rei prontificou-se a deixar o trono, mas a rainha o impediu, dizendo: “vamos agora até a fonte, e beberemos também. Assim, ficaremos iguais a eles.”

E assim foi feito: o rei e a rainha beberam a água da loucura, e começaram imediatamente a dizer coisas sem sentido. Na mesma hora, os seus súditos se arrependeram: agora que o rei estava mostrando tanta sabedoria, por que não deixa-lo governando o país?

O país continuou em calma, embora seus habitantes se comportassem de maneira muito diferente de seus vizinhos. E o rei pôde governar até o final dos seus dias.

Dwsz.

Somente os “crentinos” não evoluem


Evolucionismo OU Criacionismo?
Fé OU Ciência?
Tubos de ensaio OU Bíblia?

É inacreditável a capacidade que algumas pessoas têm de dizer que leem “a palavra de Deus”, que acreditam nas Escrituras, mas são incapazes de praticar esses “ensinamentos” ou mesmo de identificar as “verdades” do mundo.

Cientistas, por outro lado, usam-se do objetivismo para garantir a disseminação apenas da verdade. Teorias são ideias que, estudadas, confirmam-se, desmentem-se ou corrigem-se de acordo com as descobertas.
Os cientistas não são capazes de provar que Deus existe, por isso não fazem essa afirmação. Mas também não provam que não – e não o dizem.

Se TUDO o que está escrito nas “sagradas escrituras” é verdade, porque os evangélicos são os primeiros a acusar de charlatões os cientistas que se aproximam das confirmações – sejam elas exatamente como narradas, sejam interpretadas de acordo com a visão de um povo que não tinha os mesmos conhecimentos tecnológicos que temos hoje?

A própria lógica do “Deus criou tudo o que existe e existirá sobre a Terra” é falida se você acreditar que OU Deus criou todas as coisas – e já criou todas prontas – OU as coisas evoluem de coisas primárias que surgiram antes (e surgiram de onde?).

A problemática mais importante na história da Ciência deve ser provavelmente a mais antiga: qual a origem do Universo e da vida? E deve ter também as teorias mais persistentes da história da Filosofia: as coisas surgiram todas prontas ou tiveram uma origem comum?
Hoje, crentes e ateus, sabemos pela lógica que o mundo não surgiu pronto de repente. Mas, se Deus existe, certamente foi Ele quem fincou a pedra fundamental – e de tal forma que ela rolasse ladeira abaixo para criar a grande avalanche que chamamos Universo.

Um artigo muito recente do Hypescience fala sobre uma teoria (Seleção Natural Cosmológica, de Lee Smolin) crnque indica essa ideia, se baseando desde o início em um pensamento amplo.

“Outros cientistas argumentam (…) que as leis da natureza parecem ser orientadas para a vida. Alguns até sugerem que essa é a finalidade do universo”

http://hypescience.com/qual-e-o-proposito-do-universo/

Dwsz.

PS: eu não peço desculpas pela possível ofensa aos “crentinos” porque eu acredito na reciprocidade – e os tais não irão se incomodar por já ofenderem todos os seus “irmãos” gratuita e constantemente.

Leitura comentada: Homens não acreditam que exame preventivo de PSA faz mais mal do que bem.


Alguma novidade?

“gritaria geral de médicos e dos laboratórios, que temem perder clientes e faturamento”

“o exame de sangue comumente usado para triagem de câncer de próstata, o teste de PSA, faz mais mal do que bem – ele leva os homens a receber tratamentos desnecessários, e às vezes até perigosos”

“um estudo de dez anos de cerca de 250.000 homens, que mostrou que o teste não salva vidas”

É o que chamamos de PUBLICIDADE.

“Por que as pessoas acreditaram na ciência quando o exame foi lançado inicialmente, mas não acreditam mais agora quando a mesma ciência mostra que o exame não é tão bom quanto se acreditava a princípio?”

“Muitos estudos têm mostrado que histórias têm poder sobre as percepções que uma pessoa tem sobre tratamentos médicos.” (Sobre qualquer coisa, eu diria.)

Estava tentando falar sobre tratamentos médicos, mas isso se refere à PUBLICIDADE de tais tratamentos.

“Imagens são muito mais fáceis de compreender do que estatísticas”

Dwsz.

Exame preventivo de PSA faz mais mal do que bem. Homens não acreditam.

Pitty Stop: banda em recesso + artista em pseudo-crise = fãs em pânico


Compor é como vomitar. Quando você sabe que não vem é porque você sabe que precisa vir. E aí você fica encarando a privada, estimulando os movimentos peristálticos em reversão… e quando vem é pra valer, sai tudo que tinha que sair quase de uma vez, algumas vezes e, inclusive, quando você acha que já botou pra fora tudo que tinha lá dentro, ainda sai mais alguma coisa. Só depois você diz “agora sim!” e vai descansar. Ou voltar prà festa.

Eu tenho pena das pessoas que ouviram apenas dos boatos e daquelas que espalharam esses boatos por não saber ler e interpretar. No ano que vem completaremos 10 anos de Admirável Chip Novo e a Deckdisc não deve deixar passar em branco. No blog a Pitty diz que sua banda entrou em RECESSO. Seriam férias (coletivas) se não houvessem tantos projetos paralelos. O mais notório é o Agridoce, mas o assunto aqui ainda é a banda homônima à vocalista.

Todos sabemos que Pitty só lança material nos anos ímpares – seja por superstição, marketing ou “o tempo das artes”. Assim foi com o Admirável Chip Novo e com o Lado Z (2003), o Anacrônico (2005), o {DES}Concerto (2007), o Chiaroscuro (2009) e A Trupe Delirante no Circo Voador (2011). Houve uma exceção em 2004, que foi o Admirável Vídeo Novo, mas não sei se devo considerar à parte do ACN.

“Pode ser amanhã ou daqui a tempos”. Não importa. O que importa é que vai ter material novo em 2013, inédito ou comemorativo.

Se você rejeita a ideia de estimular o vômito, de enfiar o dedo na garganta e despejar no vaso, talvez você também rejeite a ideia de pegar três ou quatro fórmulas, bolar um hit redondinho com o que você sabe que funciona… Nesse caso, considere reler o primeiro parágrafo.

Dwsz.

» A Onda PITTY.

Pai deixa 28 lições de vida aos filhos antes de morrer


O título se explica sozinho.

Gostei de ler, acesse aqui para refletir um pouco sobre sua vida.

———————————

Em novembro de 2009, aos 45 anos, Paul morreu por causa do melanoma, deixando a mulher, Mandy, Thomas, então com 5 anos, e Lucy, de 1 ano e meio. Quase dois anos depois, ele continua presente com suas mensagens e fotos espalhadas por toda a casa. E, no mês passado, a família ganhou mais uma lembrança de Paul. Por acaso, Mandy encontrou um documento em seu antigo computador intitulado “Sobre encontrar a realização”. “Abri e, com lágrimas escorrendo pelo meu rosto, descobri que eram seus pontos para viver uma vida boa e feliz”, diz Mandy ao jornal Daily Mail.

Spike Lee fez a coisa certa


Depois de assistir ao filme de Spike Lee que foi indicado pela UFBA (Faça a coisa certa), eu fiquei muito inspirado e vi muitas possibilidades de descrever, a partir dele, os conceitos dos três ensaios que eu estou trabalhando: Racialismo e Interculturalidade, Progressivismo (já publicados no Scribd) e O Despertar Tendencioso – Hipnagogia na sociedade (ainda em produção).

Eu não quis desperdiçar toda essa inspiração e decidi escrever sobre isso. Era pra ser um artigo para o DONQQ, mas ficou tão extenso e descritivo que preferi trabalhá-lo melhor para ser o meu terceiro ensaio. Ele serve como aplicação de conceitos já apresentados e também como introdução à hipnagogia.

Bem, é verdade, eu ainda devo demorar um pouquinho para apresentar o ensaio sobre hipnagogia, já que ele pretende falar sobre o uso dessa técnica pela mídia, sua influência na sociedade e como ele ocorre naturalmente no sono “normal”. Então eu ainda vou ter que estudar e observar bastante até lá.

Visite meu perfil no Scribd e faça o download gratuito dos ensaios publicados.

Dwsz.

Professor Cabreiro


É… o professor Cabrera é cabreiro!!! AHahAHahAHahAH

 

Há muito eu quis escrever algo realmente importante mas não conseguia nada muito grandioso. Participar do I CONEF pra mim foi uma experiência muito gratificante e exaustiva. Eu pude dialogar com muitas pessoas que pensam como eu – ao mesmo tempo!!! – ao passo que estava entregue a um sedentarismo filosófico. Eu já havia, há muito tempo, desistido de pensar – porque essa é uma atividade que exige muita energia e que é extremamente nociva quando se torna repetitiva.
Nesse fim de semana eu me senti como há anos eu não me sentia. Para ser franco, como eu havia deixado de sentir com a minha primeira internação. Desde então foram anos de conflitos diversos – aqueles que todos têm naturalmente, aqueles que todo filósofo tem por vocação e aqueles impostos pelos brainwasher. Desde a primeira dose de tarja preta e me senti oco, perdido, vazio, atordoado… Eu nunca soube viver sem meu brainstorm. No I CONEF eu me senti de volta a um lugar de onde eu nunca quis ter saído, de onde eu nunca escolheria ficar afastado, um lugar que eu não consigo definir como objeto de estudo ou parte do meu ser.
Com as problemáticas e solucionáticas propostas eu fui capaz de fazer algo que eu cheguei a acreditar nunca mais ser capaz de fazer: me identificar, em inserir, me enxergar, me polir, me entender, me conhecer, me analisar, me ser, me ter, me estar, me sentir…
O processo de alienação é tão complexo que precisa de anos para ser desenvolvido, mas tão frágil que pode ser quebrado em alguns instantes.
Agradeço a todos que tiveram contato comigo nessse evento.
Dwsz.

Seres Anonymous


A flier from the Year Zero alternate reality g...

Image via Wikipedia

Muito se fala sobre os Anonymous mas muito pouco se oferece de informações imparciais. Geralmente eles são indicados como hackers e/ou criminosos.

Na verdade os ataques hackers são uma pequena parte do que uma parte do grupo faz. O subgrupo hacker dos Anonymous, os Anon Hackers, são os mais expostos mas não os únicos.

Os Anonymous não são anarquistas, apesar de se encontrar ideias similares. Eles lutam contra o sistema de tal forma que não são eles, somos nós. Nós somos os Anonymous, todos aqueles que percebem que há algo errado, mesmo não sabendo exatamente o que.

Para ter informações mais precisas é necessário fazer o óbvio: ir direto à fonte, falar com os próprios Anonymous, seja pessoalmente ou pelo site oficial. Diversos vídeos estão sendo reproduzidos pela Rede e são as melhores formas de saber quais seus objetivos e ideais.

Aos mais céticos isso tudo pode parecer um grande ARG (Alternate Reality Game) mas não existe alternância nesse caso, a realidade é uma só – exceto para os grandes poderosos que vivem em seus mundos particulares. Aos mais viciados, isso pode ser melhor que o Desafio GA, mas a decepção virá em seguida, ao descobrir que a história que está sendo escrita não é ficção.

Conheça os Anonymous, seja um Anonymous. Não esquecemos, não perdoamos. Aguarde-nos.

Dwsz.

ESTOU MORRENDO CADA DIA INTENSAMENTE


“Morrendo e aprendendendo”;”Quanto mais se morrre mais se aprende”; “Quanto maior sua existência, mais longa sua morte”.
Essas foram as ideias mais importantes dessa semana para mim. Foram apresentadas por quem não poderia me ensinar menos do que o mais importante – minha mãe.
“Morrendo cada dia intensamente” seria o status perfeito para Facebook ou MSN Messenger.
A cada dia se aprende alguma coisa – nova ou velha, independente do ponto de vista (ou, a depender do ponto de vista, tudo é velho) – e se aprende porque se morreu naquele dia. A morte deixa os melhores ensinamentos às pessoas. Por exemplo: qual forma de governo não é a melhor; quais companhias não são adequadas; quais profissionais deveriam receber melhores salários…
Estou morrendo há pelo menos 21 anos (que pode ser mais a depender do ponto de vista da obstetrícia, por exemplo). Ainda não sei ao certo o que estou aprendendo nessa morte mas, quando eu viver, certamente terei aprendido bem a lição. Espero apenas que meu último dia de morte chegue logo.
Dwsz.