Ver TV é uma obrigação


A maioria das pessoas na internet assiste os reality shows pelo prazer de falar mal desses programas. Não há nada de bom que possa ser aproveitado na maioria deles e o grande esporte é exatamente apontar os erros e todos os pontos negativos que os fazem ser produtos nocivos e de baixa qualidade.
Este prazer, porém, não é extasiante: não causa euforia ou nenhuma sensação sublime. Este prazer é aquele mesmo que se sente ao mergulhar a mão na água gelada depois de ter-se ferido com uma fôrma quente e pesada ao retirar um bolo do forno.

As pessoas não gostam realmente de assistir televisão: nem quem assiste TV aberta nem quem assina canais fechados. Ambos lamentam o conteúdo que recebem e choram por não poder “subir de nível”. Todos assistem pela obrigação de ter um assunto sobre o qual todos possam discutir em uma conversa.

O engraçado é que essa programação é elaborada pelos “donos do poder”, que têm um objetivo direto e específico com isso. Só que esses mesmos “donos do poder” reclamam dos efeitos causados na intelectualidade, cultura, educação, ética e moral da população.
E quem são os “donos do poder”?

Dowglasz Abjhörsky.

Pesquisa de Mercado


O produto é BATATA FRITA “TIPO A”. A marca da loja é ASSÍDUA e a marca do fabricante é ORELHUDA. A batata frita “tipo A” ORELHUDA é muito famosa, seu fabricante é ROSILDA LTDA e também é uma empresa muito famosa e reconhecida no mercado. As batatas fritas “tipo A” ASSÍDUA e ORELHUDA têm o mesmo fabricante, ou seja, ambas são produzidas por ROSILDA LTDA e esta informação pode ser obtida ao comparar os rótulos.

A comparação de rótulos permite entender que as batatas fritas “tipo A” ASSÍDUA e ORELHUDA são exatamente o mesmo produto, uma com a marca do fabricante e a outra com a marca da loja.
Os produtos comercializados com a marca do fabricante têm preço tabelado, sendo o mesmo em todos os estabelecimentos. Os produtos comercializados com a marca da loja têm 70% de desconto sobre esse valor.

Assim sendo, a batata frita “tipo A” da famosa marca ORELHUDA custa R$10,00 o pacote de 100g, enquanto a batata frita “tipo A” ASSÍDUA custa R$3,00 o pacote de 100g.

Lembrando que ambos os produtos são o mesmo, trocando apenas de rótulo, qual batata frita “tipo A” você compraria: a da propaganda na televisão ou a de preço menor?

Dowglasz.

Salvador, com tarifas de ônibus entre as mais caras do país, NÃO PODE ficar sem redução


tarifas de onibus_Recife_antes da reducao_2013Recife tem 4 tarifas diferentes: A, B, C e D, de acordo com a linha/percurso dos respectivos ônibus.
Delas, apenas a tarifa B era mais cara que a de Salvador, tendo apenas ônibus novos, confortáveis, seguros e menos poluentes enquanto os nossos devem ter mais de 10 anos, talvez 15.

Senhor prefeito, a situação anterior já nos deixava com vergonha e foi por pouco que o “Domingo é meia” não virou motivo de piada: em Recife, a meia é para TODOS. E quem já paga meia, no Domingo paga meia da meia, ou seja, 1/4. Não importa se paga em dinheiro ou com cartão, todos pagam meia. (exceto os estudantes, que continuam precisando do cartão pra pagar 1/4)

Senhor prefeito, a situação atual é crítica e fará a cidade PARAR amanhã (20 de Junho de 2013, quinta-feira): a tarifa de Salvador, sem aumento, já era mais cara até mesmo que a do Rio de Janeiro! Tudo bem, foquemos no Nordeste: o governador de Pernambuco anunciou redução das tarifas de ônibus do Recife!
De novo, a situação anterior já nos deixava com vergonha. Se o senhor não anunciar uma BOA redução nas nossas tarifas toda a vergonha que nós temos (preste atenção: não é pouca!) será convertida em revolta.

Não, eu não estou ameaçando. Interprete mais como uma premonição do que como uma ameaça.

Dwsz.

http://facebook.com/dowglasz

Moral da história: mate todos, todos! Não deixe nenhum. Isto é vitória, isto é aventura!


A Pedra do Meio-Dia ensina às crianças que “o importante é matar”.

Fiquei constrangido com a cena em que Artur mata aquela onça, logo no começo do espetáculo. PELO MENOS, no mínimo nessa cena, o assassinato era desnecessário. Para salvar Isadora, nesse momento (e qualquer história com o contexto da Amazônia diz o mesmo) bastaria ASSUSTAR a onça. Ela iria embora, não seria mais uma ameaça e preservar-se-ia a espécie ameaçada de extinção.

Em toda a peça repete-se sucessivamente a mensagem de “mate para se salvar, se proteger e atingir seu objetivo. Aliás, na dúvida de qual o seu objetivo, se não for este em fim, matar terá concluído a parte mais importante dele”.

É irônica aquela entonação ao mencionar as manchas de sangue das luvas do gigante (que no palco estava sem luvas) enquanto Artur, mesmo que virasse um peixe e vivesse na água, nunca lavaria aquele sangue que o cobre, que o faz nojento e que deixa rastros de chacina e de extermínio a cada passo na floresta.

Como é possível dizer para mim, “experiente” que a mensagem transmitida para as crianças não é “resolva na espada; se não tiver espada, use outra arma (uma faca talvez, espada é coisa de ficção); na falta de uma arma vá na mão mesmo”? Como é possível me dizer isso?
Se eu, “experiente”, só pude tirar esta e nenhuma outra lição da estória, que lição vocês esperam que as crianças estejam tirando???

Me assusta mais ainda estarmos assistindo a isso calados e acomodados em meados do século XXI. Há meio século começaram a ser feitos trabalhos anti-violência, com foco na infância e na juventude, além de programas de conscientização ambiental, com a temática mais abordada sendo “AMIGOS dos animais” e “preserve a natureza”, entendendo que “natureza” acolhe todos os animais, com mais atenção aos silvestres e aos ameaçados de extinção (na lista, os animais mortos pelo sanguinário personagem central: onça pintada, jiboia, e algumas subespécies de porco-espinho).
Até mesmo a clássica DONA CHICA já não atira mais o pau no gato e ensina as crianças que “isso não se faz, não devemos maltratar os animais”.

Até mesmo a Dona Chica já não atira mais o pau no gato.

Mas o que importa é que as crianças gostaram, só eu me incomodei e fiz questão de vaiar uma montagem nociva como essa.

Lembrando que as crianças gostam de sexo e violência, assistam mais MMA com seus filhos (vocês já não sabem diferenciar esporte/arte marcial de agressão, não saberão explicar e não esperem que seus filhos aprendam sozinhos quando lhes golpearem na barriga ao receber um “não”).

No teatro, para as crianças, vocês também poderiam fazer uma montagem de O REBUCETEIO. Certeza absoluta de que elas vão a-d-o-r-a-r. Só não garanto, porém, que supere um Jackie Chan ou Denzel Washington da vida.

Assim caminha a humanidade: sentada, acomodada, assim tá bom, deixa com está, o que importa é que as crianças gostaram e eu só vou me levantar se for pra voltar.

Dwsz.

Nota: A aberração teatral foi encenada na Cidade do Saber, e presenciada por mim no dia 07 de Abril de 2013. Apesar de tudo que os Profissional da Educação, Psicólogos ou Sociólogos possam dizer, concordando comigo, existe a “livre-expressão” que também permite que os pais façam suas crianças dançarem “sou o rei do puteiro” sem o menor pudor ou medo de condenação por contrariar o Estatuto da Criança e do Adolescente. Assim sendo, esta publicação é mera exposição de opinião e não tem valor social, acadêmico, clínico, pedagógico ou, ainda menos, de crítica sobre produções cênicas. Isto é Camaçari, isto é Bahia, isto é Brazil. Dwsz.

Os Deuses da confusão


Um líder religioso, uma vez, disse ser contra o preservativo. Justificou-se isolando um trecho da Bíblia que, interpretado, dizia que fornicação é pecado. Segundo esse líder religioso, a camisinha incentivaria a fornicação.

Absolutamente ninguém absolutamente nunca foi contra o inceticida porque um dos dez mandamentos diz explícitamente e sem ambiguidades “não matarás”. Por outro lado, há, ainda, um número significativo de líderes evangélicos favoráveis à pena de morte.

Alguém me mate, por favor, porque eu não aguento a confusão deste mundo.
Dwsz

A água da loucura


Extraído do livro Veronika Decide Morrer, do escritor brasileiro Paulo Coelho. Trecho em que a personagem Zedka, uma interna do manicômio de Villete, conta a Veronika a estória do mago que jogou “poção da loucura” num poço de onde todo o reino bebia água.

Um poderoso feiticeiro, querendo destruir um reino, colocou uma poção mágica no poço onde todos os seus habitantes bebiam. Quem tomasse aquela água, ficaria louco.

Na manhã seguinte, a população inteira bebeu, e todos enlouqueceram, menos o rei – que tinha um poço só para si e sua família, onde o feiticeiro não conseguira entrar. Preocupado, ele tentou controlar a população, baixando uma série de medidas de segurança e saúde pública: mas os policiais e inspetores haviam bebido a água envenenada, e acharam um absurdo as decisões do rei, resolvendo não respeita-las de jeito nenhum.

Quando os habitantes daquele reino tomaram conhecimento dos decretos, ficaram convencidos de que o soberano enlouquecera, e agora estava escrevendo coisas sem sentido. Aos gritos, foram até o castelo e exigiram que renunciasse.

Desesperado, o rei prontificou-se a deixar o trono, mas a rainha o impediu, dizendo: “vamos agora até a fonte, e beberemos também. Assim, ficaremos iguais a eles.”

E assim foi feito: o rei e a rainha beberam a água da loucura, e começaram imediatamente a dizer coisas sem sentido. Na mesma hora, os seus súditos se arrependeram: agora que o rei estava mostrando tanta sabedoria, por que não deixa-lo governando o país?

O país continuou em calma, embora seus habitantes se comportassem de maneira muito diferente de seus vizinhos. E o rei pôde governar até o final dos seus dias.

Dwsz.

Somente os “crentinos” não evoluem


Evolucionismo OU Criacionismo?
Fé OU Ciência?
Tubos de ensaio OU Bíblia?

É inacreditável a capacidade que algumas pessoas têm de dizer que leem “a palavra de Deus”, que acreditam nas Escrituras, mas são incapazes de praticar esses “ensinamentos” ou mesmo de identificar as “verdades” do mundo.

Cientistas, por outro lado, usam-se do objetivismo para garantir a disseminação apenas da verdade. Teorias são ideias que, estudadas, confirmam-se, desmentem-se ou corrigem-se de acordo com as descobertas.
Os cientistas não são capazes de provar que Deus existe, por isso não fazem essa afirmação. Mas também não provam que não – e não o dizem.

Se TUDO o que está escrito nas “sagradas escrituras” é verdade, porque os evangélicos são os primeiros a acusar de charlatões os cientistas que se aproximam das confirmações – sejam elas exatamente como narradas, sejam interpretadas de acordo com a visão de um povo que não tinha os mesmos conhecimentos tecnológicos que temos hoje?

A própria lógica do “Deus criou tudo o que existe e existirá sobre a Terra” é falida se você acreditar que OU Deus criou todas as coisas – e já criou todas prontas – OU as coisas evoluem de coisas primárias que surgiram antes (e surgiram de onde?).

A problemática mais importante na história da Ciência deve ser provavelmente a mais antiga: qual a origem do Universo e da vida? E deve ter também as teorias mais persistentes da história da Filosofia: as coisas surgiram todas prontas ou tiveram uma origem comum?
Hoje, crentes e ateus, sabemos pela lógica que o mundo não surgiu pronto de repente. Mas, se Deus existe, certamente foi Ele quem fincou a pedra fundamental – e de tal forma que ela rolasse ladeira abaixo para criar a grande avalanche que chamamos Universo.

Um artigo muito recente do Hypescience fala sobre uma teoria (Seleção Natural Cosmológica, de Lee Smolin) crnque indica essa ideia, se baseando desde o início em um pensamento amplo.

“Outros cientistas argumentam (…) que as leis da natureza parecem ser orientadas para a vida. Alguns até sugerem que essa é a finalidade do universo”

http://hypescience.com/qual-e-o-proposito-do-universo/

Dwsz.

PS: eu não peço desculpas pela possível ofensa aos “crentinos” porque eu acredito na reciprocidade – e os tais não irão se incomodar por já ofenderem todos os seus “irmãos” gratuita e constantemente.

Suicídio coletivo na boate Kiss – previsão sobre os fatos seguintes


Eu estou tendo uma visão nesse momento. MOMENTO CLARIVIDÊNCIA:

O suicídio coletivo de centenas de jovens na boate Kiss, em Santa Maria, continuará sendo maldosamente interpretado como acidente. Os interesses capitalistas que fervem com a proximidade da Copa do Mundo prevalecerão sobre a importância de falar sobre o que levaria tantos universitários a se matar juntos.

O alarme soará por muitas semanas e os sensacionalistas exigirão a interdição de 96% das casas noturnas e incluirão alguns outros estabelecimentos na lista. Induzidos à falência, os estabelecimentos serão vendidos para grupos estrangeiros que serão elogiados pelo espaço, estética e segurança, mas também levarão embora o dinheiro brasileiro sem reinvesti-lo no país. Mas todos estarão na festa, se embriagando divertindo e ninguém vai se importar com isso. Algumas dessas novas casas permitirão a aparição de artistas que, antes disso, não vinham a essas regiões – mas sem garantir melhor PIB por causa disso.

As escolas brasileiras, inclusive Institutos Federais e outras escolas técnicas continuarão desinteressadas em realizar treinamentos de emergência. Aliás, essa expressão nunca será mencionada em tais ambientes. Os milhares de mortos por erros básicos na segurança em fábricas, a exemplo do Pólo Petroquímico, continuarão nunca mencionados.

Porra! De que adianta ser clarividente se eu só adivinho o óbvio?

Dwsz.

Vestibular da Uneb acontece essa semana


Universidade do Estado da BahiaO vestibular 2013 da Uneb tem seu momento mais importante nos próximos Domingo e Segunda-feira, 13 e 14 de Janeiro de 2013. Os candidatos devem visitar o site da instituição para conferir os locais de prova, onde o uso de celulares não é permitido.

No acesso a sala o candidato receberá um saco plástico onde deverá lacrar qualquer aparelho eletrônico que esteja portando, preferencialmente com a bateria retirada. Mesmo os relógios analógios estão proibidos. O uso do celular é liberado apenas fora das dependências do prédio.

No primeiro dia as provas são de Línguas e Humanas, no segundo são de Matemática e Ciências Naturais. Para levar os dois cadernos é necessário permanecer até o último momento (4 horas de prova, no segundo dia) ou o candidato ficará apenas com o primeiro caderno de questões. No Domingo será possível deixar o local com o mínimo de 2 horas.

Os estudantes também devem acordar cedo porque os portões fecham às 7:50 no horário local.

Confira o edital de convocação completo em http://www.resultadovestibular.uneb.br/edital_convocacao_provas.pdf

Dwsz.

Plano pré-pago em fase de teste


Aviso de férias: ao pular na piscina, verifique se o seu Tim Beta não está no bolso.

O Tim Beta é uma ação promocional da operadora TIM que tem o objetivo de recrutar novos clientes  na faixa etária dos 18 aos 35 anos, principais usuários das redes sociais online.

Por gostar de experimentar coisas novas e comentar sobre elas, entende-se que os jovens são o melhor público para indicar falhas e possíveis soluções mais rápido, particularmente sobre os serviços que mais têm crescido: internet móvel, torpedos SMS e MMS, além das tradicionais chamadas de voz.

O plano pré-pago, oficialmente conhecido como Plano Jovem, pode ser contratado mediante pagamento de tarifa de migração no valor de R$100,00 (cem reais). Mas isto é um preço muito alto a se pagar exclusivamente pelas tarifas diferenciadas.

“11 A oferta TIM BETA não estará disponível para a venda. A única forma de usar o serviço é através da participação com êxito da ação ‘Seja um TIM beta’.
15.1 O cliente TIM que quiser migrar do seu plano pré‐pago ou pós‐pago para o Jovem Pré, pagará uma taxa de R$100,00” http://www.timbeta.com.br/pdf/timbeta/regulamento_oferta_ciclo2.pdf

(favor observar a diferença entre “oferta Tim Beta” e “Plano Jovem”)

No mês de Janeiro os Beta Lab são presenteados com tarifas ainda melhores e inicia-se a segunda rodada do Blablablâmetro. A nova remessa de convites ainda não foi liberada mas os remanescentes da rodada anterior ainda são válidos (se algum amigo seu ainda tiver, chore muito porque vale a pena).

Dwsz.