Querido diário, 17-Jan-2008, parte 3



Finalmente terei me deparado com o mistério da vida? E por que não consigo decifrá-lo? E por que tudo é uma interrogação?
Essa sensação, nesse dias, se repetiu demais. E parece ter alguém soprando isso no meu ouvido, sem haver voz alguma.
– E o que é o “sopro”? E o que é “a voz”? A voz não vem de nenhum de nós! A(h!) voz! (H)a voz!
Quis saber o que vocême disse, e você só falou a metade… Que voz é essa que não me diz a verdade?
A(h!) voz… (H)a voz…(?)

Mas não entrei em pânico.
Dwsz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s